• Anderson Piaia dos Santos

Movimentação de chapas de mármore, granito e outras rochas.


A NR 11 estabelece requisitos a serem observados nos locais de trabalho em relação ao transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de vários tipos de materiais, inclusive das chapas de rochas ornamentais, como mármores e granitos. Geralmente, os acidentes com esse tipo de material é grave, justamente em função da sua densidade, que o torna mais pesado. A norma informa quais são os cuidados mais importantes ao se trabalhar com essas rochas: - Todos os equipamentos devem garantir segurança e resistência para os operadores, além de estar com a manutenção em ordem. Em todos eles devem estar visíveis nome e CNPJ do fabricante, responsável técnico e carga máxima; - Os carros porta-blocos devem estar equipados com proteções laterais, L ou fueiros, que devem ter um sistema de travamento que impeça a saída acidental dos encaixes e somente podem ser retiradas após o desembarque de todas as chapas; - O fabricante do equipamento deve fornecer manual de instruções que atendam ao disposto na NR 12 para que sua operação e manutenção sejam corretas, assim como devem oferecer capacitação para os operadores; - A empresa deve manter registro de todas as inspeções e manutenções dos equipamentos e elementos de sustentação utilizados no transporte, manuseio e armazenagem das placas. As inspeções devem ser anuais e realizadas por profissional legalmente habilitado e o relatório gerado fará parte da documentação do equipamento; - A empresa deve ter a devida guarda das notas de equipamentos adquiridos, em caso de fabricação própria, os projetos, laudos, cálculos e especificações técnicas; - Nenhum trabalho pode ser executado por pessoas entre as chapas, nos pátios, os pisos deve ser pavimentado, não ser escorregadio, sem saliências e resistente; - A altura mínima dos cavaletes em que se apoia as chapas deve ser de 1,5m com; - Os cavaletes verticais devem ter, no máximo, 6 metros de comprimento, com peças mais resistentes nas laterais e seções com largura máxima de vinte e cinco centímetros (0,25m); - Os palitos verticais devem ter espessura suficiente para dar resistência e ser soldados ou parafusados nas bases para garantir estabilidade; - O espaço entre os extremos e as laterais dos cavaletes deve ser de oitenta centímetros (0,80m) e entre as paredes do local de armazenagem deve ser de cinquenta centímetros (0,50m); - É vetado o uso de prolongadores para ampliar a capacidade de armazenamento dos cavaletes triangulares; - Nas movimentações com ventosas, é importante que exista dispositivo auxiliar de contenção da mangueira, para que não haja ricocheteamento nos casos de desprendimento acidental. As borrachas devem passar por manutenção periódica, sendo substituídas em caso de desgastes, defeitos e deslocamentos. É importante destacar que informamos apenas alguns dos itens da NR11, para saber mais, entre em contato!

6 visualizações

Avenida Nereu Ramos, 1404D, Universitário, Chapecó-SC, Brasil

+55 49 3328-4874

+55 49 3304-4974

+55 49 98810-5544

contato@triadeinspecoes.com.br
Tríade, Previq, logo da Tríade Inspeção Industrial e logo Previq são marcas ou marcas registradas da Trio Engenharia Ltda -  CNPJ 14.730.954/0001-64.

2020 - Trio Engenharia Ltda. Todos os direitos reservados.

Topo